un deux trois (revisitado)

Para Moreira y Mendonça

Eram Guso, Poderval, Sussanho (*)
Cada cão do seu tamanho
Entre outra e uma colherada
Duma divina marmelada.

Produziam um manifesto
Cujo teor era o protesto
Contra os homens sem pescoço

Nascidos todos do fosso
Ladinos feito cavalos
Mas excelentes dançarinos.

(*) Os pastores alemães do “Estorvo” (Companhia das Letras, 1991), de Chico Buarque

Uma resposta em “un deux trois (revisitado)

  1. Pingback: De volta ao nonsense – LIVRO DE VIAGEM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s