25 de janeiro

Nasce Jobim num 25 de janeiro 
e sua música a todo instante

E o Sol então era sombras e fundos 
A alumiar almas ocas no mundo
Na missa pelo irmão morto
Na capela da ponte dos Machado
Onde o rio vai à Cachoeira
Onde o padre França reza missa
Quando sucedeu Brumadinho

Nas flores por aquela tarde
Nas flores por Mariana
Algo cresceu em nós
Um tom menor, uma nota cinza
Um estribilho rachado
Um legado no ocaso, um frágil gerânio
Nasceu uma cor Joviano

 
[Crédito da foto: Maria Irene Moreira Duarte Fonseca/08-01-2022]




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s