Quase 30 anos esta noite, no Sempre um Papo

Dou um golpe no google-acaso de manhã e me saio com este recuerdo-regalo de Afonso Borges. Faz 30 anos esta noite, quase, quase. Eram minhas primeiras braçadas no jornalismo, ainda a concluir, no ano seguinte, meu bacharelado tardio, depois do papo de química e … Continuar lendo

Dois poetas que somam 170 anos se mantêm unidos por uma querela

Rusga entre Augusto de Campos e Ferreira Gullar, ambos com 85 anos, em torno de Oswald de Andrade e de um almoço ocorrido ou não no Rio de Janeiro, há 61 anos, tem novo e delicioso round, para espanar nossa … Continuar lendo

Máximas (mínimas, sintomáticas) sobre o jornalismo cultural ou: Ai que preguiça!

[1] Acossado pela velha internet, vergado pela ignorância, esbofeteado pelo infantilismo, patrulhado pela correção política, o jornalismo cultural perdeu o norte no país de Macunaíma. A geleia geral sem osso nem tutano um dia combatida por Décio Pignatari atomizou-se em … Continuar lendo