Ian McEwan e a ostentação narrativa (1)

Ian McEwan me faz pensar num campeão de fisiculturismo narrativo, num Schwarzenegger do romance. Cada vez mais o vejo como um escritor dado a exibir sua fabulosa musculatura literária num palco onde, sem querer, olimpicamente se distancia do leitor, seja ele ou não ignaro. Em tantas páginas, saltam-lhe dos bíceps e peitorais inflados a grossa […]

Read more "Ian McEwan e a ostentação narrativa (1)"

Amém para a 3ª temporada de Hinterland e um rápido balanço da série

  A terceira temporada de Hinterland (Netflix) tem sabor de aurora, ainda que de um alvorecer trágico, a lembrar o que o ocorre no poema de Drummond Morte do Leiteiro. Quem gosta dessa série crepuscular (o título em galês, Y Gwyll, tem a ver com ocaso), cuja atmosfera é comparada ao “noir” nórdico de produções […]

Read more "Amém para a 3ª temporada de Hinterland e um rápido balanço da série"