Categoria: jurupoca

Jurupoca #3

 2/agosto/2019 Uma entrada dos magníficos “Diarios” (em espanhol) de Iñaki Uriarte me acode quando tento burlar a bile negra. O autor basco cita o comentário grave e solene do senhor Prudhomme, personagem do dramaturgo, ator e caricaturista francês Henry Monnier (1799-1877), quando vê o mar pela primeira vez:— Tal cantidad de agua roza el ridículo. … Continuar lendo Jurupoca #3

Jurupoca # 2

 NÚMERO 2 — JULHO, 19   2019 O lugar onde sempre estamos certos Do lugar onde sempre estamos certos nunca brotarão flores na primavera. O lugar onde sempre estamos certos é batido e duro como um pátio. Mas dúvidas e amores esfarelam o mundo como uma toupeira, um arado. E um murmúrio será ouvido no lugar onde … Continuar lendo Jurupoca # 2