Ainda somos os mesmos na era do Feis? ou: Nossos avatares são melhores do que nós mesmos.

NO VAZIO ÁRTICO DO CIBERESPAÇO  “E cada vez (…) os admiráveis mundos novos chegam mais perto da realidade que os inspirou. Muitos pensam que o mundo de Kurzweil [Ray Kurzweil, diretor de engenharia do Google] está praticamente nos atropelando, conforme a rede mundial de computadores traça seus filamentos no cérebro humano. No futuro idealizado por […]

Read more "Ainda somos os mesmos na era do Feis? ou: Nossos avatares são melhores do que nós mesmos."

Sigourney, Siggy ou, para um íntimo, Sigo, estrela guia de um flâneur sideral 

  Nasceu Susan Alexandra Weaver. Na escola a tratavam por Suzy. Detestava. Cedo quis trocar o nome de pia e achou o novo numa passagem de O Grande Gatsby, o belo romance de Francis Scott Fitzgerald. Da altura de seus 11 anos, rebatizou-se Sigourney. Mas, que fazer?, a gente próxima logo o encurtaria para Siggy. Siggy? De jeito […]

Read more "Sigourney, Siggy ou, para um íntimo, Sigo, estrela guia de um flâneur sideral "

Recaio no truque do Ipê, com trilha e tudo

[Texto atualizado com ligeiras e necessárias podas, nas manhãs de 22 e 23 deste agosto belo-horizontino.]    Parece ser assim, se não sempre, tanta vez. Namoros, flertes, enlaces com árvores ou flores todos os temos. Mas quero passar logo a um certo Ipê preciso, uma aparição, uma revelação a me sujigar, de novo. De repente, out […]

Read more "Recaio no truque do Ipê, com trilha e tudo"

Há um pokémon no comentário da “Folha” à seleção de música brasileira do “NYT”

O JS não vai debater os critérios do The New York Times na eleição do “essencial da música brasileira para os jogos olímpicos” — podem-se ouvi-las abaixo. Discutir listas de músicas e filmes é diversão infantil de aprisionados mentais ao universo do pop. Este jornal descobriu um pokémon na peculiar apresentação da Folha de S.Paulo à iniciativa de quatro críticos do mais […]

Read more "Há um pokémon no comentário da “Folha” à seleção de música brasileira do “NYT”"

Sobre o futebol, aqui vai uma bola fora, caro Tostão

[Texto atualizado em 28/07, com alterações e correções. Na versão anterior, a expressão “idiotia da subjetividade”, em referência a Nelson Rodrigues, estava, idiota e obviamente, invertida.] Para estufar este filó/ Como eu sonhei/ Só/ Se eu fosse o Rei/ Para tirar efeito igual/ Ao jogador/ Qual/ Compositor (…) — Chico Buarque – O Futebol Não entendo […]

Read more "Sobre o futebol, aqui vai uma bola fora, caro Tostão"