Tag: Abel Silva

JU_106 | Um samba da sinestesia, que tal?

Venho de viagem amiga à irmã em Itaipava. Volto tingido do verde e do gris reluzente dos gigantes pétreos da serra do mar, do violáceo e branco dum manacá resiliente e do rosado estradeiro do capim-meloso. Ouço ao chegar um samba elegante e furta-cor do Chico terçado ton sur ton com o bandolim do Hamilton de Holanda. No laranja-fogo da tarde de terça baixo à estação de mim, enfim. Penso que quase somos — tem hora e cor — seres-estrelas. Não? Seres-pirilampos? Não? Buracos negros a guardar tudo que é onda e luz? Se pá?