Apelos da razão atravessam o convertido ideológico como neutrinos

Devia ser duro ver nossa mais profunda convicção ideológica acossada e bombardeada por homens de coração oco e pela própria natureza. Que nada. O que é a dúvida? De que vale a razão quando se ultrapassou a razão de ser do Humanismo, quando se vive no olimpo e, portanto, ó milagre, acima da História? A força dos insensíveis é tão fraca quanto o ataque de partículas subatômicas: como o neutrino do elétron, o neutrino do múon e o neutrino do tau, passam através do crente sem fazer cócegas, sem emitir um fóton. O convertido ideológico, particularmente do tipo maduro, atingiu, por meio da negação dialética (não, não e não), o último estágio da pureza. Ele paira leve feito brisa sobre seus inimigos, que são todos e cada um que não comungue da consagração pelo sangue do povo e pelo pão amassado pelas massas.

IMG_4458-web

Tentativa de explicar a cristalização da certeza na mente de um convertido ideológico